Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Veja o vídeo e Registre-se na 1000EXPERT



calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 



Links

Ministério da Saúde

Medicina Dentária no Moçambique

Blogs do Moçambique






Pessoas diabéticas podem passar por tratamento dentário?

Terça-feira, 19.04.16

diabedente.jpg

 

As pessoas que têm Diabetes, seja do Tipo I ou do Tipo II, necessitam de cuidados especiais. Mantenha seu Médico Dentista informado sobre qualquer alteração em seu estado de saúde, e sobre os medicamentos que estiver tomando. Não é recomendado passar por qualquer procedimento dentário se a taxa de açúcar no sangue não estiver controlada, exceto em caso de emergência

Sabemos que a prevalência do Diabetes vem aumentando gradativamente nos últimos anos. Isso é uma tendência mundial. Os maus hábitos alimentares da população, em conjunto com o sedentarismo e a obesidade são fatores predisponentes para o Diabetes mellitus do tipo 2.

O diabetes é um dos mais graves problemas de saúde pública. Isso é uma tendência mundial. Os maus hábitos alimentares da população, em conjunto com o sedentarismo e a obesidade são fatores que faz causam o aparecimento do Diabetes, que é considerado hoje como sendo uma das principais causa de morte no mundo, superada apenas pelas doenças cardio-circulatórias e câncer (O.M.S., 1991).


Você sabia que:

- A cada 100 pessoas de 7 a 9 tem diabetes.
- É uma doença silenciosa e não contagiosa.
- Você pode ter diabetes e não saber.
- Se descoberto e tratado a vida do paciente pode ser saudável e normal.

 

No consultório dentário algumas manifestações orais e físicas podem dar pistas sobre o diabetes:

- Redução do fluxo salivar, a boca seca (xerostomia): causando úlceras, queilites, queiloses e língua fissurada.
- Infecções oportunistas: manifestações virais (herpes simples recorrente) e fúngicas (candidíase)
- Neuropatias: aumento de algias em língua e mucosa.
- Alterações vasculares
- Abscessos recorrentes
- Hipocalcificação de esmalte
- Hálito cetônico
- Aumento súbito do número de cáries
- Doença periodontal de difícil controle
- Relatos de perda de peso brusca, fraqueza, cansaço e alterações na visão

Para os pacientes que já possuem o diagnóstico de Diabetes é prudente fazer a aferição da glicemia antes de cada atendimento.

O médico dentista também deve ter o conhecimento sobre o horário da última refeição, qual foi a última refeição e que tipo de insulina o paciente toma. Isto fará diferença para saber se a glicemia está controlada ou não no momento da consulta.

Para procedimentos que envolvam sangramento, sugere-se o uso de antibioticoterapia profilática, e para procedimentos mais invasivos o uso de antibióticos de 2 ou 3 dias antes do procedimento dentário.

Para atendimento de pacientes com diabetes gestacional, os cuidados se assemelham ao atendimento de pacientes gestantes levando se em conta a taxa de glicose no momento do atendimento. Neste caso é importante que o profissional médico dentista esteja em contacto com o médico que acompanha gestação.

Procure seu médico dentista de 6 em 6 meses para uma revisão, se você possui algum tipo de Diabetes estas revisões devem ser de 3 em 3 meses.Se você tem diabetes, siga os seguintes passos:

- Verificar e mantenha controlada a sua glicemia no sangue.
- Escovar os dentes e usar fio dental todos os dias, principalmente antes de se deitar.
- Ir ao dentista regularmente a cada 3 meses. Não se esqueça de lembrá-lo que você tem Diabetes.
- Diga ao seu médico dentista se sua prótese não estiver confortável, se está com alguma sensibilidade ou se as suas gengivas estão doloridas.
- Se você fuma, procure parar! Fumar no seu caso pode agravar ainda mais a doenças bucais. O seu médico ou médico dentista podem ajudá-lo.

 

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Remédio caseiro para o mau hálito

Domingo, 03.04.11

O mau hálito  é um problema sério que muitas vezes prejudica a vida social das pessoas que sofrem com ele. O melhor tatamento é procurar um médico e como já falamos Aqui no blog fazer a escovação dos dentes e também da língua diariamente.



 

 

Remédio caseiro para o mau hálito .

Tenha sempre a mão um cravinho da índia para que possa mascar pois ele tem propriedades bacterícidas e reduz imediatamente o número de bactérias na boca que podem estar provocando o mau hálito.

As essencias de ervas como alcaçus, alfafa, alfavaca e erva cidreira também podem ser usadas para tratar o mau hálito. No caso de utilizar essencias utilize 3 gotas 3 vezes ao dia.

Outro remédio caseiro para mau hálito é fazer um chá forte com cravos da índia em 1 copo de água e depois que estiver morno , escove os dentes e depois faça bochechos.

O uso do louro também ajuda a previnir o aparecimento do mau hálito porem não deve ser feito por gestantes. Ferva um pouco de água com 3 folhas secas de louro, deixe 15 minutos esse chá  tampado, após coe. Em seguida acrescente um pouco de suco de limão e adoce com mel. Tome uma xícara a cada 6 horas

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Previna o mau-hálito

Domingo, 03.04.11

 



É preciso conhecer as causas do mau-hálito para combatê-lo
Se você está se preparando para um beijo, vai querer evitar o mau-hálito. Mais fácil dizer que fazer? Não se você entender o que causa o problema. A doçura do seu hálito é afetada pela sua dieta, sua escovação e sua rotina de fio dental, uso de cigarro e status da saúde. Comidas fortes, como cebolas e alhos, são digeridas e carregadas através da corrente sanguínea para os pulmões; seu cheiro é notado quando você expira. Além disso, se você não passar o fio dental e escovar regularmente, a comida fica em sua boca, decompondo e hospedando bactérias.

Certos estados de saúde também podem causar mau-hálito. A saliva ajuda a tirar a comida e as bactérias da boca, mas boca seca (resultado do envelhecimento, de medicações, de respiração pela boca ou de problemas salivares) evita a remoção das partículas causadoras de odor. A halitose pode também ser um indicador de problemas de saúde, como gotejamento na parte posterior da cavidade nasal, bronquite, sinusite, diabete, bem como anormalidades gastrointestinais, no fígado ou nos rins.

 

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Registre-se na 1000expert




Flag Counter