Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Veja o vídeo e Registre-se na 1000EXPERT



calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 



Links

Ministério da Saúde

Medicina Dentária no Moçambique

Blogs do Moçambique






Profilaxia da Endocardite Bacteriana

Quarta-feira, 22.12.10

 Existem casos judiciais de pacientes que tinham indicação formal para receberem  profilaxia contra endocardite bacteriana e que não foram medicados, apresentando seqüelas imputadas ao profissional. Por outro lado, a prescrição desnecessária submete o paciente a gastos e riscos, também desnecessários, que podem ser cobrados do profissional em juízo.


1 - Classificação das Condições Cardíacas Associadas com Endocardite Bacteriana
2 - Classificação do Atos Odontológicos em relação à indicação da profilaxia
3 - Regime Profilático para Endocardite Bacteriana em Procedimentos Odontológicos


1 - Classificação por Risco das Condições Cardíacas Associadas com Endocardite Bacteriana


1.1 - Categoria de alto risco (Profilaxia recomendada)

    Presença de próteses cardíacas
    Endocardite bacteriana prévia
    Síndromes cardíacas congênitas cianóticas ( tetralogia de Falot, transposição de grandes artérias e outras)
    Shunts cirúrgicos

1.2 - Categoria de risco moderado (Profilaxia recomendada)

    Maioria de outras malformações congênitas não citadas acima ou abaixo
    Disfunções valvares adquiridas (ex: febre reumática)
    Cardiomiopatia hipertrófica
    Prolapso de válvula mitral com regurgitação e/ou espessamento

1.3 - Categoria de baixo risco - (Profilaxia não recomendada - risco igual ao da população)

    Malformações isoladas do septo atrial
    Correções cirúrgicas de defeitos do septo atrial, septo ventricular ou persistência do ducto arteriovenoso
    Correções cirúrgicas com enxertos coronários (bypass - pontes)
    Prolapso da válvula mitral sem regurgitação
    Sopro fisiológico, funcional ou inocente
    Doença de Kawasaki prévia sem disfunção valvar
    Febre reumática prévia sem disfunção valvar
    Implantes de marcapasso (intravascular ou epicárdico) ou de desfibrilador



2 - Classificação por Indicação de Profilaxia dos Procedimentos Odontológicos

2.1 - Atos Odontológicos nos quais a Profilaxia da Endocardite é Indicada

    Extração dentária
    Procedimentos periodontais incluindo cirurgias, raspagem e aplainamento radicular, sondagens e controles
    Implantes dentários ou reimplante de dentes avulsionados
    Tratamentos endodônticos ou cirurgias periapicais
    Colocação de antibióticos subgengivais (todas as formas)
    Colocação de bandas ortodônticas (exceto se apenas brackets)
    Anestesia injetável intraligamentar (periodontal)
    Profilaxia dental ou de implantes quando sangramento é provável

2.2 - Atos Odontológicos nos quais a Profilaxia da Endocardite não é Indicada

    Dentística restauradora com ou sem retração gengival
    Anestesia injetável local (não intraligamentar)
    Manipulação intracanal após a obturação (núcleos)
    Colocação de isolamento absoluto
    Remoção de suturas
    Instalação de aparelhos protéticos ou ortodônticos removíveis
    Moldagens
    Aplicação de flúor
    Tomadas radiográficas
    Ajustes de aparelhos ortodônticos
    Extração de dentes decíduos
    Esfoliação de dentes decíduos


3 - Regime Profilático para Endocardite Bacteriana em Procedimentos Odontológicos


Situação

Droga

Posologia


Profilaxia Padrão

Amoxacilina

Adultos: 2.0 g; crianças: 50 mg/kg - Via oral 1 h antes do procedimento


Inaptos à medicação oral

Ampicillina

Adultos: 2.0 g; crianças: 50 mg/kg - Via IM ou IV 30 min antes do procedimento


Alégicos à penicilina

Clindamicina ou

Adultos: 600 mg; crianças: 20 mg/kg - Via oral 1 h antes do procedimento

 

Cefalexina† or cefadroxil† ou

Adultos: 2.0 g; crianças; 50 mg/kg - Via oral 1 h antes do procedimento

 

Azitromicina or claritromicina

Adultos: 500 mg; crianças: 15 mg/kg - Via oral 1 h antes do procedimento


Alérgicos à penicilina e inaptos à medicacão oral

Clindamicina or Cefazolina†

Adultos: 600 mg; crianças: 20 mg/kg - IV 30 min antes do proced. Adultos: 1.0 g; crianças: 25 mg/kg  - IM or IV 30 min antes do procedimento



IM = intramuscular   IV = intravenoso - A dose infantil não deve ultrapassar a adulta
Cefalosporinas não devem ser usadas em indivíduos com reações de hipersensibilidade imediata à peniclina como urticária, angioedema ou anafilaxia


Baseado nas recomendações da  American Heart Association WEB SITE
Consulte diretamente sobre profilaxia endocardite na American Heart Association
Mais sobre na American Heart Association

Estas informações não substituem a orientação profissional competente.

Autor:Malthus Fonseca Galvão
http://www.malthus.com.br
 

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Registre-se na 1000expert




Flag Counter