Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Veja o vídeo e Registre-se na 1000EXPERT



calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 



Links

Ministério da Saúde

Medicina Dentária no Moçambique

Blogs do Moçambique






Problemas Bucais são capazes de dar sinais do estado de saúde da pessoa

Terça-feira, 04.10.11

 

Escovar os dentes duas vezes por dia pode ajudar na prevenção de doenças cardíacas e derrames, para muita gente ainda é difícil entender qual a conexão da saúde bucal com o restante do organismo.

 

Veja a seguir alguns dos principais problemas bucais e os problemas que podem sinalizar.

 

Boca seca: alergias, fumo e desidratação são algumas das causas da boca seca, mas quem padece do mal e não sofre de um dos problemas listados, pode sofrer da Síndrome de Sjogren, uma doença auto-imune que destrói as glândulas salivares e as que produzem as lágrimas, causando secura bucal e nos olhos.

 

Esmalte lascado: este problema pode ser um sinal de refluxo gastroesofágico, condição na qual o ácido estomacal sobe para o esôfago e afeta os dentes, causando queimação, mau hálito, entre outros sintomas. “O refluxo precisa ser tratado por um gastro. Como dentista, podemos restaurar o dano causado pelo ácido nos dentes e monitorar a situação para que não piore”, contou Nghiem.

 

Língua branca: pode ser um dos sinais de câncer de boca, em especial se as manchas brancas aparecerem em formato de renda na superfície da língua e bochechas. “Na maioria dos pacientes não é algo sério, mas pode virar uma lesão cancerígena e, por isso, é importante que seja monitorada”, explicou o dentista.

 

Aftas: quando muito frequentes, podem sinalizar a colite ulcerativa ou Doença de Crohn, um problema que afeta o sistema digestivo como um todo e leva ao surgimento das úlceras bucais.

 

Língua amarela por baixo: se a parte de baixo da língua estiver amarelada, pode ser um sintoma de problemas hepáticos. “Esta é uma região que tende a amarelar aos primeiros sinais de males no fígado e, quando eles se agravam, toda a boca fica amarela”, contou Nghiem.

 

Língua lisa e vermelha: chamada de glossitis, a língua com aparência lisa e vermelha é comum em pessoas com anemia, que podem apresentar ainda algumas rachaduras nos cantos da boca.

 

Verrugas brancas e grossas: pode ser um sinal de infecção por fungo, muito comum em pacientes HIV positivos ou que usaram esteroides e antibióticos. Os sintomas, segundo o dentista, são manchas brancas, língua com aparência “cabeluda”, verrugas nas gengivas e mucosas e aftas.

 

Dentes gastos: pessoas que apresentam este problema, geralmente, tendem a ranger os dentes durante a noite, um sintoma do bruxismo. “Um aparelho de silicone é importante para parar o desgaste do dente e do esmalte, evitando quebras dos dentes”, contou Nghiem.

 

Doenças peridontais: de maneira geral, as doenças de gengiva são causadas por placas bacterianas que acabam inflamando a região, que sangra a cada escovação. “Estudos recentes ligaram as doenças peridontais a outros males como derrames e infartos, porque a bactéria que causa o problema migra para a corrente sanguínea e pode colaborar com os males coronarianos e gestacionais, como parto prematuro ou bebês de baixo peso”.

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estudo sugere ligação entre gengivite e HIV

Segunda-feira, 10.01.11

Um estudo recente realizado por pesquisadores no Japão descobriu que um ácido produzida na boca por causa da doença gengival pode promover a progressão do HIV, AFP / Yahoo! Notícias relatórios. Segundo os pesquisadores, o estudo, que será publicado na edição de março do Journal of Immunology, marca a primeira vez que uma ligação foi descoberta entre doença periodontal e do HIV, embora pesquisas anteriores já ligaram a doença de goma com diabetes e doenças cardíacas. Segundo a autora do estudo Kuniyasu Ochiai da Universidade Nihon, ácido butírico, produzido por um grupo de bactérias que causam a doença periodontal, dificulta uma enzima chamada HDAC, que bloqueia o HIV de se proliferando. Takashi Okamoto, professor de biologia molecular, em Nagoya, Japão central da Cidade Universitária, e Kenichi Imai, um assistente de pesquisa na universidade, também participou do estudo. 

 

Através de experimentos in vitro, os pesquisadores descobriram que o HIV rapidamente proliferaram nos dois tipos de células do sistema imune relacionados após terem sido dada cultura líquido contendo a goma de bactérias causadoras de doenças e de ácido butírico. Ochiai disse, "a doença periodontal grave pode levar ao desenvolvimento de Aids entre pessoas HIV-positivas, embora a probabilidade depende largamente da força física individual." Ele acrescenta que há "receio de que mesmo aqueles que não sabiam que tinham contraído o HIV pode desenvolvimento da epidemia, uma vez que têm a doença periodontal. "A equipa de investigação pretende confirmar a sua descoberta em testes com animais, disse Ochiai (AFP / Yahoo! Notícias, 11/02). 

 

Referências: 

1. Reproduzido da kaisernetwork.org. Você pode ver todo o diário de Kaiser HIV / AIDS Report, pesquisa nos arquivos, e se inscrever para entrega do email em www.kaisernetwork.org / dailyreports / HIV. O diário de Kaiser HIV / AIDS Report é publicado para kaisernetwork.org, um serviço gratuito da Henry J. Kaiser Family Foundation. © 2009 Companhia Conselho Consultivo e da Fundação Família Kaiser. Todos os direitos reservados.

 

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Placa Dental

Sexta-feira, 30.04.10

placa bacteriana 
Diariamente, uma camada de bactérias circula na superfície dos seus dentes. Essas bactérias, em contato com os resíduos alimentares e a saliva, formam a placa bacteriana. Apesar de quase invisível, o acúmulo da placa bacteriana é a causa da cárie, tártaro e doenças da gengiva.


A placa dental, também chamada de placa bacteriana, é um biofilme, geralmente de cor amarela clara a branca, que se forma nos dentes. Se a placa bacteriana não for removida regularmente, pode ocasionar cáries ou problemas periodontais como gengivite.

Os microorganismos que formam a placa dental são quase todos bactérias com a composição variando de acordo com a localização na boca. Tais microorganismos da placa dental estão naturalmente presentes na boca e geralmente são inofensivos. Porém, ao formar placa bacteriana, esses microorganismos podem provocar a desmineralização da superfície dos dentes e cáries.

A saliva não é capaz de penetrar na placa e desta forma não pode agir para neutralizar os ácido produzidos pelas bactérias que remineralizar a superfície dos dentes. A placa dental também pode se mineralizar e formar tártaro. A freqüência e técnica correta de escovação de dentes é importante para remoção da placa dental.

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Registre-se na 1000expert




Flag Counter