Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Veja o vídeo e Registre-se na 1000EXPERT



calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Pesquisar

 



Links

Ministério da Saúde

Medicina Dentária no Moçambique

Blogs do Moçambique






Princípios de Traumatologia

Sexta-feira, 23.10.15


História:

Papiro de Smith ( 25 ou 30 séculos AC).

papiro de smith.jpg

 



"Quando examinares um homem com uma fratura em sua mandíbula, colocarás tua mão sobre ela e se observares que esta fratura crepita sob teus dedos deves dizer a respeito dela:

Heis alguem que tem uma fratura na mandíbula, em cuja superfície se encontra uma ferida . . . (e) ele tem febre devido a ela. Uma doença que não tem tratamento." (fig-1).

Bandagens, Hipócrates ( 460 - 375 AC) na tradução de Withington ( 1927 ) afirmou:

"Deve-se ter em mente que colocar bandagens numa fratura de mandíbula causará melhora quando for bem feita, mas causará grande dano quando mal feita."


A Cirurgia e Traumatologia Buco Maxilo Facial é uma especialidade da odontologia, que trata cirurgicamente as doenças da cavidade bucal e anexos, tais como: traumatismos e deformidades faciais (congênitos ou adquiridos), traumas e deformidades maxilares e mandibulares, envolvendo a região compreendida entre o osso hióide e o supercílio de baixo para cima, e do trágus à pirâmide nasal, de trás para diante.

Dentre as doenças, existem os tumores benignos e malignos, os cistos dos maxilares, as patologias provocadas por fungos, vírus, e manifestações associadas a doenças sistêmicas como AIDS, tuberculose, sífilis entre outras. As deformidades faciais são compreendidas desde as sequelas de doenças como o câncer, os traumas severos, ou distúrbios do desenvolvimento, como as síndromes ou alterações do desenvolvimento como o prognatismo (aumento dos maxilares), micrognatismo (diminuição dos maxilares) ou a combinação delas.

Hipócrates já mencionava as lesões da boca e efetuava certos tratamentos desde a dor de dente ao tratamento de fraturas na face. Existem registros de reduções de fraturas da face, rudimentares porém eficientes, e estes princípios foram utilizados como base para os tratamentos atuais. A Cirurgia e Traumatologia Buco Maxilo Facial é realizada tanto em âmbito ambulatorial ou hospitalar. Nos ambulatórios, consultórios ou clínicas, são exercidas cirurgias menores, na sua grande maioria sob anestesia local, onde são por exemplo removidos dentes inclusos, pequenos tumores benignos, cistos, lesões periapicais ou paradentais, implantes dentários, cirurgias para adaptações protéticas entre outras. As cirurgias de grande porte são realizadas sob anestesia geral em ambiente hospitalar e demandam maiores cuidados. São as cirurgias de grandes tumores, fraturas faciais, cirurgias ortognáticas entre outras. Na atualidade em que aumenta assustadoramente o número de casos de traumatismos faciais, e que a sobrevida do paciente após o trauma inicial tem sido assegurada com maior constância, é mais que necessário um serviço da especialidade de trauma facial no município.

A princípio os procedimentos menores incluem as exodontias (extração de dentes) de dentes não irrompidos, ou que ao se desenvolverem não se acomodaram na arcada devido a falta de espaço, que neste caso é necessário um exame mais detalhado do caso, como radiografias, ou mesmo tomografias computadorizadas para um melhor diagnóstico e planejamento cirúrgico. A remoção de cistos do complexo maxilo-mandibular, que são lesões que se desenvolvem dentro do osso e o expandem, contendo líquido no seu interior, desencadeado por diversas causas. Os tumores de pequenas proporções oriundos de glândulas salivares, aumento de volume nas gengivas, ou dos tecidos adjacentes. Correções cirúrgicas para adaptação de próteses, implantes ósseointegrados, também compõe esta gama de cirurgias ditas menores.

As áreas de atuação do Cirurgião Bucomaxilofacial são:

Lacerações intraorais, Fraturas dentais, Fraturas dos ossos da face (incluindo maxila e mandíbula), Lacerações labiais, Lacerações faciais, Dentes avulsionados, Tumores benignos e Correção de defeitos da face (Cirurgia Ortognática).
O tipo mais comum de injúria séria à face ocorre quando os ossos sofrem fraturas. Estas podem envolver: a maxila, a mandíbula, o nariz, o palato, as bochechas, órbitas, e podem ainda ocorrer de forma conjugada. Essas injúrias podem afetar a visão, a respiração, a fala e a salivação. O tratamento delas requer internação hospitalar na maioria das vezes.

Traumas Faciais
Os Cirurgiões especialistas nessa área são treinados no tratamento de grande variedade de injúrias à boca, face e maxilares. São especialistas no reparo de lacerações aos lábios e à face bem como aos dentes e ossos faciais. Tais especialistas são freqüentemente solicitados às salas de emergências para avaliar e tratar acidentados. Sinais e sintomas das fraturas de face :

 

· Dor.
· Adormecimento nos lábios, queixo, língua, nariz.
· Dificuldade ou impossibilidade de abrir a boca.
· Desvios de mordida.
· Afastamento visível entre as coroas dentais.
· Lacerações profundas sobre os ossos.

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Registre-se na 1000expert




Flag Counter