Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Veja o vídeo e Registre-se na 1000EXPERT



calendário

Janeiro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Pesquisar

 



Links

Ministério da Saúde

Medicina Dentária no Moçambique

Blogs do Moçambique


subscrever feeds





Articulação Temporo-mandibular

Sexta-feira, 21.01.11

As dores de cabeça e / ou dores na musculatura da face, principalmente na lateral da cabeça relacionadas à articulação têmporo-mandibular (A.T.M.) não são tão raras como algumas pessoas pensam, estas dores podem estar associadas a alguma degeneração articular.

Muitas vezes passam desapercebidas pelos clínicos, porém, as dores provenientes da ATM, podem ser de várias origens como tumores, artrites, artroses, oclusão errada, entre outras.

Mesmo tendo os dentes alinhados e com uma oclusão adequada, a tensão e fatores emocionais podem desencadear problemas articulares e dores faciais, isso deve-se ao fato da mandíbula ser um osso móvel na face, suspenso apenas por músculos, e o estresse e / ou desequilíbrio neste complexo conjunto de osso e músculos, pode desencadear os problemas e dores articulares e de cabeça.

Os sintomas de desordens e disfunções articulares são normalmente conhecidos como dores de cabeça, fraturas ou perdas dentais sem explicação (provavel bruxismo) , fraturas de restaurações, dores na região da A.T.M., dores em dentes, mobilidade dental localizada, dores gerais pelo pescoço e costas, ruídos como estalos e sensação de areia na articulação, limitação de movimentos articulares (como abrir a boca) entre outros.

Alguns exames como Tomografias Computadorizadas, Ressonância Magnética, Cintilografia com Tecnéssio 99, Eletromiografia e avaliação clínica da musculatura devem ser realizados para eliminar dúvidas e conseguir um bom diagnóstico.
Mapeamento muscular com eletromiografia (o músculo em vermelho mostra sobrecarga muscular.

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cirurgia de dentes inclusos

Sexta-feira, 21.01.11

A cirurgia para a remoção dos dentes inclusos, como a cirurgia dos terceiros molares, também é algo que assusta alguns pacientes e familiares. Nos dias atuais, com técnicas e instrumentais cada vez melhores, não há porquê se preocupar ou ficar receoso deste procedimento

Da mesmo forma que os terceiros molares (dentes do siso), passar mais de uma hora na cadeira para se remover qualquer dente não é aceitável, pelo menos nos dias de hoje, pois dispomos de várias técnicas para nos favorecer e acelerar a cirurgia.

É exatamente por isso que se deve procurar o especialista em cirurgia. Ele é o mais capacitado para este tipo de procedimento, tem a formação e experiência para isso, ao contrário de muitos clínicos gerais que acabam por também tentar realizar cirurgias deste porte, e o prejudicado sempre será o paciente.

Existe também a possibilidade de melhorar o conforto cirúrgico, realizando esta cirurgia no sistema Day-Hospital. Levo meus pacientes para um hospital e realizo a cirurgia com o paciente dormindo, ou seja, ao acordar, já está feito e nenhum stress adicional ocorreu, após algumas horas é possível retornar para casa.

Basta o conhecimento para escolher o profissional e a maneira de se realizar tal cirurgia.
Exemplo de imagens de canino incluso no palato, através de tomografia computadorizada.

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Exodontia de Terceiros molares (siso)

Sexta-feira, 21.01.11

 

 

 

A cirurgia dos terceiros molares é algo que ainda assusta alguns pacientes e suas famílias. Isto não deveria mais acontecer, visto que as técnicas atuais permitem um procedimento rápido e sem muitas complicações.

 

 

Passar 2 ou 3 horas na cadeira para se remover um dente, nos dias de hoje, é algo inconcebível. Por isso é importante a procura de um especialista em cirurgia para realizar este procedimento.

 

 

Certamente, o especialista em cirurgia é o mais capacitado para este tipo de procedimento, ele tem a formação e experiência para isso, ao contrário de muitos clínicos gerais que acabam por tentar realizar esta cirurgia.

 

 

O conforto pode também ser obtido, realizando esta cirurgia em sistema Day-Hospital. Levo meus pacientes para um hospital e realizo a cirurgia com o paciente dormindo, ou seja, ao acordar, já está feito e nenhum stress adicional ocorreu, e após algumas horas é possível retornar para casa. A vantagem é que não existe ônus adicional, visto que os planos de saúde cobrem a internação hospitalar. Caso o plano não cubra, também é possível utilizarmos o day-hospital de forma particular, com baixíssimo custo.

 

 

Ou seja, o misticísmo que existe sobre a cirurgia dos dentes do siso, ou outros dentes inclusos, não tem porquê continuar, é possível realizar estas cirurgias com conforto e segurança.

 

 

 

Basta o conhecimento para escolher o profissional e a maneira de se realizar tal cirurgia.

 

Dente incluso mesioangulado.

 

Técnica tradicional sendo realizada para exposição da coroa e secção do dente para preservar o osso remanescente.

 

 

 Após a odontosecção, manobras de luxação e movimentação da raíz são feitas para permitir a remoção do remanescente radicular.

 

Desta forma, o trauma cirúrgico é minimizado.

 

 

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cirurgia Oral

Sexta-feira, 21.01.11



Uma das maiores áreas da cirurgia buco-maxilo-facial é a cirurgia oral. Esta área compreende todo tipo de procedimento cirúrgico realizado sob anestesia local, sedação ou anestesia geral na cavidade oral e dentes.

Todos os procedimentos descritos abaixo são realizados por cirurgiões-dentistas, no consultório ou em um ambiente hospitalar.

Não existe a necessidade de um cirurgião-dentista ser especialista em cirurgia buco-maxilo-facial para poder realizar estes procedimentos, basta ter treinamento para tal, porém o especialista certamente terá maior capacidade de levá-lo sem maiores complicações pelas etapas pré, trans e pós-operatória.

Dentre as cirurgias orais, vou destacar alguns procedimentos de grande importância para os pacientes entenderem melhor os passos envolvidos.

 

Fonte: http://www.colucci.odo.br

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Enxerto Ósseo

Quinta-feira, 20.01.11

A necessidade de reconstrução óssea para implantes depende do planejamento da prótese que será realizada e da quantidade de dentes envolvidos na reabilitação.

 

Se houver a necessidade de implante em áreas onde não existe profundidade óssea para a sua colocação, é então necessário o enxerto ósseo para aumentar o volume e profundidade.

 

Caso não se deseje fazer enxertos ósseos, o planejamento protético deve ser alterado, para que seja possível a confecção de uma prótese.

 

Apesar de alguns pacientes solicitarem esta opção, nem sempre ela é possível, pois algumas próteses exigem implantes em determinadas posições, e se não houver osso presente, não existe maneira de fazer outro tipo de prótese.

 

Estes conceitos são importantes de serem discutidos antes de definirmos o seu tratameto, evitando assim que as expectativas não sejam alcançadas.

 

 

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Enxertos ósseos

Quinta-feira, 20.01.11



O enxerto de osso nas reconstruções é um procedimento cirúrgico que substitui o osso perdido com um material do próprio corpo do paciente (enxerto autógeno), com um substituto artificial ou sintético (enxertos de hidroxiapatita), ou com um substituto natural (que pode ser bovino ou humano). - Não utilizo os enxertos bovinos por razões de qualidade em meu tratamento.

O Enxerto de osso é usado para ajudar a reparar fraturas de ossos que são extremamente complexas e nas recosntruções maxilo-mandibulares com finalidade protética, para permitir a colocação de implantes.

Os implantes dentais requerem osso em toda a sua volta para permitir que se integrem corretamente. Pacientes edêntulos (sem dentes) já há alguns anos podem precisar de enxertos.

Nestes casos, o osso pode ser retirado do queixo (mento) ou de áreas da própria mandíbula, como também da crista de ilíaca ou calota craniana como no desenho ao lado.

Em geral, enxertos ósseos são utilizados em bloco (como os retirados do queixo ou do ramo ascendente da mandíbula) ou particulados para poder ser melhor adaptado ao leito receptor.

Quando utilizado o enxerto autógeno, é necessário que outro local do corpo receba um procedimento cirúrgico, pois é deste local que o osso será retirado.

Estes locais podem ser da própria mandíbula, da maxila, da crista ilíaca, da costela e da calota craniana normalmente.

O advento do banco de tecidos, veio aumentar as possibilidades, pois pode-se pedir o osso, do tamanho necessário à reconstrução e portanto evitar outra cirurgia para tirar o próprio osso do paciente, são os enxertos homógenos.

 

Fonte:http://www.colucci.odo.br

"Para ter uma boa saúde geral, visite seu Médico Dentista regularmente"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Registre-se na 1000expert




Flag Counter